Como reagem ao fato de você gostar tanto de Jurassic Park?

Fãs Jurassic World

Ser fã de uma franquia de cinema é tarefa árdua, exige economia, dedicação, e, principalmente, jogo de cintura com quem está a nossa volta.

– Papai falou que Tim tem dinossauros no cérebro.

(…)

– Dinossauros no cérebro? – repetiu o barbudo – Para dizer a verdade, eu tenho o mesmo problema.

É desta forma que o autor Michael Crichton nos dá uma primeira visão do personagem Tim no livro Jurassic Park. Sua irmã Lex diz que ele tem dinossauros no cérebro, já que Tim só quer saber de dinossauros e sabe tudo sobre eles. Para uma boa parcela dos fãs de Jurassic Park, não parece ser algo muito diferente, alguns podem não ter dinossauros no cérebro e não entender tudo sobre dinossauros, mas seria mais correto dizer que tem ‘Jurassic Park no cérebro’.

Para nós da equipe Jurassic Park 4.4 pelo menos, é assim.

Engraçado lembrar, mas antes do filme e um período após ele, muitos de nós sabíamos tudo sobre dinossauros, de forma geral, mas esse “saber tudo” foi sendo substituído por “saber tudo sobre Jurassic Park”, e nem precisamos dizer que o lançamento das continuações só trouxe mais informação para ser armazenada.

Para um seleto grupo de fãs, o universo Jurassic Park foi tomando uma proporção tão grande, que parece que nada mais poderia tomar lugar e nem se tornaria tão interessante. Essas pessoas só sabiam e sabem falar de Jurassic Park, com muitos de nós foi assim. Chegamos ao ponto de sermos chatos!

Jurassic Park fans

Se você está se identificando e se considera um desses fãs, já parou para observar a reação das pessoas mais próximas em relação ao fato de você gostar tanto de Jurassic Park?

Tente observar o seu próprio universo e as pessoas do seu dia-a-dia. Pais, namorados, cônjuges, com certeza em algum momento você já deve ter enfrentado algum problema provocado por Jurassic Park.

Jurassic Park fans

Nós mesmos, da equipe Jurassic Park 4.4, criamos este site, e isso nos deu um certo trabalho. Estivemos constantemente envolvidos com o projeto de trazer este site ao ar, um de nós teve que ouvir o seguinte sarcasmo: “… e você só se importa mesmo com aquele site. ‘Tenho que ver a cor do fundo do site, porque deve ter uma frase na página 68 do livro do Crichton dizendo que um dinossauro olhou para o verde e gostou da cor, então o fundo do site tem que ser verde… blábláblá…” A solução é virar de costas para não rir, porque se o familiar o visse rindo a situação ia ficar ainda pior. Qual fã não perdeu horas e horas no computador, garimpando imagens dos filmes, versões dos livros ou criando uma arte que quase sempre não fica como o esperado?

E o fã colecionador também ouve! E como ouve! Outro de nossa equipe disse: “Minha mãe fala para eu dar minhas lagartixas para os meninos da creche.” Lagartixas? Essa mãe sabe que essas “lagartixas” são bonecos idolatrados e fieis aos dinossauros dos filmes? E o trabalho para tirar a poeira de tudo? E o dinheiro que é gasto com itens de coleção, como livros, filmes, paineis… Não é incomum ouvirmos: “Pra quê você quer um Laserdisc se nem existe mais aparelho para reproduzir isso?”

Coleção Renan France 2016

Alguns mais ousados chegam a fazer réplicas dos carros da franquia. Isso é mais comum no exterior, mas no Brasil há alguns exemplos. Transitar com esses veículos chama muito a atenção, e não há um local em que o fã passa despercebido. Principalmente porque outros fãs, aqueles mais discretos, sempre param para tirar uma foto ou filmar o veículo. Os familiares de um fã que possui o jipe Jurassic Park o chamam carinhosamente de “carro abre-alas”.

Jipes JP Brasil

Outro caso que conhecemos é a constante reclamação de um cônjuge que só sabe falar: “Você não me dá mais atenção, só quer saber desses dinossauros” Tá tudo bem, já perdemos as contas de quantas vezes assisti Jurassic Park e Jurassic World, mas por favor, só reclame da relação quando terminar o filme, haha! E é claro que passamos o filme todo torcendo para que ele sirva de distração e após seu término nosso parceiro esqueça a tal conversa.

Alguns de nossa equipe quando se reúnem para gravar um podcast, precisam aproveitar a oportunidade quando estão sozinhos em casa para poder fazer a gravação, se não, é briga na certa! “Você é capaz de passar duas horas conversando com eles sobre Jurassic Park, mas cadê assunto aqui dentro de casa?”

Muitos de nós tentam ser discretos, para evitar os olhares críticos dos não-fãs. Evitam mencionar que acompanham todas as notícias e que possuem itens de coleção. Mas há também aqueles que declaram publicamente, até mesmo no ambiente profissional, sua paixão pela franquia. Estes são mais corajosos e enfrentam os olhares de reprovação das pessoas “sérias”.

PALEO 2013 - Encontro da SBP

Apesar de tudo, é muito divertido ser fã de Jurassic Park e sua franquia. Temos orgulho de gostarmos de um filme inovador, que misturou ciência e tecnologia.

Se você já teve a oportunidade de visitar algum museu, com certeza não se sentiu tão perdido, ou talvez não venha a sentir caso visite algum pela primeira vez. Além de ter bons argumentos para debater ética da ciência e a extinção das espécies.

12354

Além de tudo isso, claro, você pode fazer muito sucesso com a criançada, não só pelo fato delas adorarem dinossauros, mas principalmente se você tiver um carro Jurassic Park exclusivo!

E você, também tem Jurassic Park no cérebro? Como seus parentes reagem a isso?

jp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *