Novas estratégias para evitar vazamentos em Jurassic World 2

2016-07-04 Bayona sobre Colin r

Juan Antonio Bayona, Bryce Dallas Howard e Chris Pratt

Bryce Dallas Howard fala um pouco sobre as reuniões de pré-produção e revela uma das novas estratégias adotadas pelo estúdio para evitar o vazamento de informações de Jurassic World 2.

Hoje temos um cenário bastante diferente, para os cineastas, daquele que existia em 1993, quando o primeiro Jurassic foi aos cinemas. Naquela época, por mais que houvesse pressão da imprensa para descobrir detalhes de grandes produções, geralmente os vazamentos tinham pouca divulgação, pois eram divulgados em jornais, revistas ou programas de TV e, apenas aqueles que lessem esse material ou assistissem aos programas teriam acesso ao vazamento. O grande público ainda iria ao cinema sabendo pouco – muitas vezes, nada – sobre o filme.

Não é mais assim. Hoje basta uma imagem de um animatrônico, ou da gravação de uma cena, para em questão de horas, milhões de pessoas de todo o mundo já visualizarem e iniciarem um debate acirrado sobre o vazamento. A produção de Jurassic World foi alvo deste “vandalismo” da internet, pois algumas imagens de cenas, inclusive com CGI foram clandestinamente divulgada antes da exibição dos trailers.

Recentemente, durante um encontro para divulgar Meu Amigo o Dragão, Bryce Dallas Howard divulgou que tem debatido o filme com Juan Antonio Bayona, que recentemente assumiu o bastão de Jurassic World 2. Bryce afirmou que naquele mesmo dia se encontraria com o diretor, e que tem sido estranho falar sobre o novo Jurassic por causa das restrições que tem tido no processo de comunicação. Ela disse:

Sempre que tenho uma chance de me juntar àquele grupo, àquela equipe, gosto de obter informações [risos] J.A. está na Europa agora, então não tenho encontrado com ele pessoalmente. Tenho certeza que ele não daria… porque, sabe, trocar e-mails, redigir, não se pode criar registros. Não se pode escrever, submeter algo em texto. Então hoje à noite eu vou, tipo… “Você pode me explicar verbalmente o que está acontecendo?”. Mas filmaremos no próximo ano.

Esta parece ser uma forma bastante eficaz de evitar os infames vazamentos. Se nada é escrito e enviado pela internet, os hackers não têm acesso às conversas, o que dificulta bastante seu trabalho.

Fonte: CinemaBlend

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *